Franquia Slice Cream criou um novo conceito em Gelato: O Gelato fatiado

Franquia Slice Cream

Após muitas pesquisas, a Slice Cream criou um novo conceito em Gelato: O Gelato fatiado. Ele é resultado de um processo onde o Gelato é ultra congelado a uma temperatura de -30°C – o que preserva todo o sabor em pequenas cápsulas – então é armazenado e fatiado em uma máquina exclusiva, transformando-se no Gelato em fatias.

Nos últimos vinte anos, Eduardo Schlieper, fundador da Slice Cream, sempre esteve envolvido com o ramo de sorvetes. Após trabalhar na franquia de gelatos da Parmalat e, nas empresas Nestlé e Danone, o empreendedor dedicou-se a pensar em um negócio próprio ligado ao sorvete.

Com o objetivo de proporcionar uma experiência diferente para o consumidor, Schlieper contratou um chef do tempo da Parmalat, que o ajudou a desenvolver a receita que tinha em mente. Os testes levaram oito meses. Simultaneamente ele concebeu o equipamento que cortaria a massa, chamado de Slicer, que demorou dez meses para ficar pronto. O investimento total nesse processo foi de R$ 2 milhões, de acordo com o empreendedor.

A primeira loja Slice Cream foi inaugurada em dezembro de 2018 – Uma operação piloto no Shopping Taboão. O primeiro quiosque oficial abriu as portas no Shopping Ibirapuera, em São Paulo. Há 4 lojas em funcionamento, sendo 3 franquias. Até o final de 2019 ele espera chegar até 10.

>>MAIS INFORMAÇÕES SOBRE A FRANQUIA SLICE CREAM<<

SAIBA MAIS

No Franchisingbook e em nossos aplicativos para Android e IOS é possível encontrar informações sobre milhares de opções de franquias para investir, de acordo com seu perfil de investimento.
Franchisingbook App Store

Franchisingbook Google Play

 

Franquia Slice Cream criou um novo conceito em Gelato: O Gelato fatiado
Resultado das Avaliações do Post!

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.