20 pessoas mais ricas do mundo perdem quase US$ 300 bilhões em 1 mês com a pandemia coronavírus

As crescentes perdas financeiras em meio à pandemia de coronavírus tiraram US$ 293 bilhões das fortunas das 20 pessoas mais ricas do mundo em pouco mais de um mês, calcula a Forbes. Quando o Dow Jones alcançou seu recorde histórico em 13 de fevereiro de 2020, as 20 principais fortunas somavam mais de US$ 1,4 trilhão –número que, desde então, caiu para US$ 1,1 trilhão. Só ontem (16) foram contabilizados US$ 68 bilhões em perdas, uma vez que a S&P e a Dow caíram 12% e 13%, respectivamente.

O maior perdedor no mês passado entre os mais ricos do mundo em termos de dólares foi o presidente e CEO da LVMH, Bernard Arnault

Entre esse grupo de elite, o maior perdedor no mês passado em termos de dólares é o presidente e CEO da LVMH, Bernard Arnault, cujo conglomerado de moda de luxo anunciou no domingo que converteria fábricas de perfume para produção de desinfetantes para as mãos. Sua fortuna despencou US$ 29,6 bilhões desde 13 de fevereiro para US$ 79,9 bilhões na segunda-feira, depois de passar a marca de US$ 100 bilhões em 2019. As ações da LVMH caíram quase 30% no mês passado, quase em linha com o mercado da França. 

Em termos percentuais, o maior perdedor é a indiana Mukesh Ambani, que fundou o conglomerado de energia Reliance Industries, a empresa mais valiosa de seu país. Com as ações afundando, quase um terço da fortuna da Ambani, que agora é de US$ 38,6 bilhões, foi diluída.

Enquanto isso, Jeff Bezos, a pessoa mais rica do planeta, agora também é o único centibilionário, já que a fortuna de Bill Gates sofreu um golpe de US$ 5,8 bilhões na segunda-feira e terminou o dia em US$ 97,8 bilhões. Bezos, no entanto, em breve poderá enfrentar resultado semelhante; seu patrimônio líquido caiu de US$ 5,3 bilhões para US$ 105,1 bilhões. Acumulando as perdas de US$ 25,6 bilhões do fundador da Amazon desde fevereiro, é a segunda maior queda após Arnault.

O maior perdedor de segunda-feira foi o cofundador e CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, que perdeu US$ 8,8 bilhões depois que as ações do Facebook caíram mais de 14%. Ele agora vale US$ 54,3 bilhões, uma queda de 31% desde que o coronavírus começou a destruir os mercados.

O ex-candidato à presidência Michael Bloomberg (com fortuna no valor de US$ 50,9 bilhões) e os magnatas da Família Koch, Charles e Julia (US$ 40 bilhões cada), foram as únicas grandes fortunas a resistir às perdas principalmente porque sua riqueza é baseada em empresas privadas, que são em grande parte poupadas dos preços em tempo real do mercado público.

Fonte: Forbes – Editado por Franchisingbook

VEJA MAIS

No Portal Franchisingbook e em nossos aplicativos para Android IOS é possível encontrar informações sobre milhares de opções de franquias para investir, de acordo com seu perfil de investimento.
Franchisingbook App Store

Franchisingbook Google Play

20 pessoas mais ricas do mundo perdem quase US$ 300 bilhões em 1 mês com a pandemia coronavírus
Resultado das Avaliações do Post!

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.